Carboxiterapia Para Gordura Localizada

Somos uma clínica certificada e conhecemos exatamente quais são as principais dúvidas e preocupações de nossos clientes. Temos exclusividade de acompanhamento por registro fotográfico antes e depois para que o paciente possa acompanhar a evolução de seus tratamentos e comprovar a eficácia dos mesmos. A intercorrência mais comum é hematomas, formados quando há ruptura de microvasos na região, e este processo é passageiro e sem riscos. O próprio organismo faz a recuperação desse processo, que também pode ser acelerado com uso de pomadas específicas e a orientação primordial neste caso é não tomar sol no local para evitar manchas. O carboxi é um dos equipamentos mais versáteis da estética pois pode ser realizado tanto para tratamentos corporais quanto no rosto.

A carboxiterapia é um tratamento que utiliza o gás carbônico , aplicado de forma subcutânea com o objetivo de melhorar o aspecto da pele por meio da oxigenação dos tecidos e das células da região em tratamento. Conforme Rafaela Lima, carboxiterapia é uma técnica que utiliza o gás carbônico medicinal (dióxido de carbono) injetado no tecido subcutâneo, estimulando, assim, efeitos fisiológicos como melhora da circulação e oxigenação tecidual. Além de melhorar a circulação e a queima de gordura no local, a carboxiterapia cirurgia plastica promove lipólise – que é a quebra das células de gordura. Ao aplicar gás carbônico no tecido, ocorre a vasodilatação e a melhoria do fluxo sanguíneo da pele. Geralmente, são realizadas entre 1 e 2 sessões por semana, sendo que entre a 5ª e a 10ª é possível perceber reduções significativas de medidas. Com o passar do tempo vamos perdendo naturalmente a produção das fibras de colágeno devido a diversos fatores como o sedentarismo, o consumo excessivo de álcool, tabagismo e a exposição solar sem proteção.

Isso vai depender de cada caso, mas o indicado é que sejam feitas de 5 a 10 sessões para que se possa ver o resultado efetivo. Inclusive, os resultados podem variar, conforme o tipo de pele e organismo do paciente. A consequência da aplicação do gás carbônico é uma pele mais firme, iluminada e com a aparência mais saudável. A carboxiterapia é capaz de romper e diminuir fibroses com a aplicação do gás carbônico no local em tratamento. Devido aos avanços tecnológicos, o gás carbônico deixou de ser usado somente na medicina para ganhar espaço também na área estética.

O que é Carboxiterapia?

Como Funciona A Carboxiterapia Com Eletrolipólise?

Tais processos reduzem a quantidade de gordura e potencializam o efeito redutor de celulite gerado pela carboxiterapia. O gás atua no rompimento das fibroses, o que deixa o tratamento mais eficiente quando comparado à endermologia. O tratamento com carboxiterapia pode ser aplicado em várias partes do corpo e com objetivos diferentes. Acompanhe abaixo os principais casos nos quais o método é indicado. A tecnologia e os procedimentos estéticos auxiliam bastante a manter o corpo sem as imperfeições indesejadas, além de corrigir boa parte delas. Todavia é fundamental reforçar que os hábitos de quem foi submetido ao tratamento são essenciais para que os resultados permaneçam.

A carboxiterapia para o rosto é indicada para regenerar as fibras de colágeno, diminuindo rugas e a flacidez, proporcionando uma pele mais jovem, com viço e hidratada. Além do tratamento para rugas, a carboxiterapia também é indicada para a diminuição de olheiras, atuando na renovação celular e diminuindo as bolsas e a coloração arroxeada. Para olheiras de coloração marrom (produção de melanina), o Laser Co2 Fracionado é mais indicado. Com a carboxiterapia é possível tratar as cicatrizes advindas de acnes, suavizando e melhorando a pele. O mecanismo de ação do carboxi vai depender da área e objetivo a ser trabalhado.

Quais São Os Efeitos Indesejáveis Comuns À Carboxiterapia?

Nesse caso, a carboxiterapia ajuda na eliminação dessas células de gordura, deixando a pele mais lisa e com aparência mais firme. É útil usar a carboxiterapia para tratar estrias, já que ajuda na melhora da circulação. A oxigenação promovida pela carboxiterapia faz a circulação reduzir o aspecto escurecido debaixo dos olhos. Além disso, o colágeno, que também é estimulado pela terapia, ajuda a reduzir marcas de expressão e flacidez.

A Carboxiterapia deve ser feita a cada 15 dias, ou seja, uma sessão quinzenalmente, e em média trabalhamos com 8 a 12 sessões para um tratamento completo do início ao fim. Os resultados têm duração de 5 a 6 meses e, normalmente, são indicadas de 6 a 12 sessões. Normalmente é usado creme anestésico para os pacientes para diminuir qualquer desconforto associado à picada de agulha. Ao tratar as pálpebras, elas ficarão inchadas, mas isso diminuirá quando o gás for absorvido. Existem várias máquinas usadas para administrar o gás dióxido de carbono, mas os componentes básicos são os mesmos.

Existem diversas regiões do nosso corpo que podem passar pelo procedimento de carboxiterapia, mas algumas são mais procuradas do que outras. Os profissionais especializados nesse procedimento garantem que não há efeito secundário, apenas uma dor muito forte e passageira na área em que o gás é aplicado. O CO2 é aplicado sob a pele com o uso de uma agulha esterilizada, se trata de uma agulha similar à agulha da insulina.

EFEITOS COLATERAIS DA CARBOXITERAPIA

A Vitaclin trabalha com protocolos que garantem os resultados, por isso na Vitaclin o resultado é garantido. Agora o gás puro está pronto para ser injetado sob a pele através da pequena agulha. A busca por uma pele de aparência saudável e rejuvenescida tem um aliado.

Deixe um comentário