Internet das Coisas: o que é, como funciona

Ela diz respeito ao conjunto de equipamentos, links, protocolos e tecnologias empregados para construir uma rede de computadores em curtas ou longas distâncias. Essa rede pode ser assim usada para que sistemas finais consigam se comunicar, tais como computadores de usuários, servidores, smartphones, e quaisquer outros dispositivos que produzam ou consumam dados. Desta forma, em IER iremos conhecer tecnologias envolvidas nessas camadas inferiores, bem como selecionar e configurar equipamentos, e interligá-los para construir redes de computadores. O aumento do número de aparelhos conectados por área possibilitará uma enorme ampliação da tendência mundial da “internet das coisas”. Com isso, haverá inúmeras possibilidades, cada vez mais inteligentes e conectadas, para residências, ruas, hospitais, comércios e indústrias. E não apenas em sua infraestrutura, mas também nas tecnologias que estão sendo criadas e aplicadas no nosso cotidiano.

Em alguns casos, as antenas LoRa podem ser combinadas com antenas celulares, pois as frequências podem estar próximas e a combinação de antenas fornecerá vantagens de custo significativas. As principais características do LoRa é que ele cobre um longo alcance de 15 – 20 quilômetros, pode se conectar a milhões de nós e sua bateria dura mais de 10 anos. Os aplicativos da tecnologia sem fio LoRa incluem medição inteligente, rastreamento de estoque, máquina de venda automática, dados e monitoramento, indústria automotiva, aplicativos de serviços públicos onde relatórios e controle de dados podem ser necessários. Usando a modulação Ultra Narrow Band, Sigfox opera nos 200 kHz da banda publicamente disponível e não licenciada para trocar mensagens de rádio pelo ar (868 a 869 MHz e 902 a 928 MHz dependendo das regiões). Cada mensagem tem 100 Hz de largura e é transferida a 100 ou 600 bits por segundo a uma taxa de dados, dependendo da região. Conseqüentemente, longas distâncias podem ser alcançadas sendo muito robustas contra o ruído.

Nossa equipe de especialistas está pronta para indicar a melhor solução para otimizar sua rede. Tais controles são fornecidos e administrados por políticas de um sistema de controle central e a maioria pode se utilizar de um controlador de domínio para controlar os acessos dos usuários, garantindo que assim que eles tenham as permissões necessárias. Saiba como atua este tipo de conexão que é a solução para regiões mais afastadas e com pouca infraestrutura. Como as tecnologias que suportam as LANs funcionam apenas em distâncias limitadas, a comunicação entre as LANs requer um equipamento adicional de roteamento e esforço de gerenciamento.

Quais são as tecnologias de rede?

Apesar dos benefícios, muitos profissionais de TI ainda estão relutantes em adotar estratégias de automação, principalmente por não terem tempo para estudá-las e encontrar as mais adequadas para os negócios. Além disso, muitos profissionais ainda têm o pensamento de que adotar a tecnologia significa que eles perderão espaço ou que terão que adaptar sua carga de trabalho. A “Internet das Coisas” (em inglês, Internet of Things, ou IoT) corresponde a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar itens usados no dia a dia, como eletrodomésticos, meios de transporte, tênis, roupas e até maçanetas, à rede mundial de computadores. Aparelhos vestíveis, como o Google Glass e o Apple Glass, transformam a mobilidade e a presença da Internet em diversos objetos em uma realidade cada vez mais próxima.

Contato da Newark no Brasil

Em que através da técnica de imprimir ilustrações, como desenhos e símbolos se tornam possível transmitir informações a um determinado grupo de indivíduos, que por sua enorme expansão se torna cada vez mais acessível a um maior número de pessoas. Esse novo método de comunicação, a escrita em papel, passa a alterar o modo de vida das pessoas, pois tem maior influência sobre o modo de viver e de pensar de uma sociedade. A aprendizagem mais eficaz é uma das consequências da comunicação mais rápida, através de novas tecnologias, como uso de computadores, tablets, entre outros eletrônicos em sala de aula. Os computadores foram evoluindo, assim como o acesso à internet e o formato de circulação da informação. A década de 1970 foi muito importante para as TI’s, já que os computadores passaram a se integrar em rede e a internet em fibra óptica foi distribuída nas grandes indústrias.

Sem esquecer que também pode ajudar o estudante a desafiar regras, descobrir novos padrões de relações, improvisar e até adicionar novos detalhes a outros trabalhos tornando-os assim inovados e diferenciados. Uma inovação é como ver algo novo nas coisas às vezes conhecidas, deve-se pensar em ações que promovam novos papéis para a escola, ações em que a utilização das TICs no contexto educacional estabeleça uma rede dialógica de interação com o intuito de promover a ruptura do distanciamento entre sujeito-sociedade. Orientador/mediador intelectual – informa, ajuda a escolher as informações mais importantes, trabalha para que elas sejam significativas para os alunos, permitindo que eles a compreendam, avaliem – conceitual e eticamente -, reelaborem-nas e adaptem-nas aos seus contextos pessoais. Ajuda a ampliar o grau de o grau de compreensão de tudo, a integrá-lo em novas sínteses provisórias. Dessa forma, temos de avaliar o papel das novas tecnologias aplicadas à educação e pensar que educar utilizando as TICs é um grande desafio que, até o momento, ainda tem sido encarado de forma superficial, apenas com adaptações e mudanças não muito significativas. É importante frisar uma interessante observação feita por Lévy , “a maior parte dos programas computacionais desempenham um papel de tecnologia intelectual, ou seja, eles reorganizam, de uma forma ou de outra, a visão de mundo de seus usuários e modificam seus reflexos mentais”.

Futuramente, espera-se que, à medida que o custo de fabricação diminua, outros dispositivos, como eletrodomésticos e wearables (pulseiras e relógios inteligentes, por exemplo), possam conectar-se à rede. A tendência é que o 5G possa, em um futuro próximo, substituir até mesmo as redes residenciais de Wi-Fi. Como toda tecnologia nova, os receptores do sinal 5G serão lançados com preços pouco acessíveis e, com o passar do tempo, ficarão mais baratos. Espera-se que os primeiros dispositivos que usarão de forma plena as redes 5G serão os smarthphones. Sua geladeira, por exemplo, poderá ser programada para avisar quando algum produto estiver acabando, já que sua conexão com a internet das coisas tornará possível programá-la para que ela compre remotamente o produto em falta, se assim você desejar. As redes da 4ª geração, utilizadas atualmente em algumas regiões do Brasil, são capazes de entregar uma velocidade média de conexão de, aproximadamente, 33 Mbps.

Educação Física

O padrão IEEE 802.11b, mais antigo e que trabalha com frequência de 2,4 Ghz e possibilita velocidades de transmissão de até 11 Mbps, está disponível nos equipamentos da rede sem fio da UFMG mas não está ativo. É o GPRS que permite a conexão da maior parte dos Smartphones e celulares à Internet e atualmente, é o padrão que oferece a maior cobertura hotspot white label móvel para aparelhos de mão com acesso à internet. A vantagem é que uma vez que diversos assinantes podem utilizar exatamente a mesma banda e simultaneamente, a diferenciação entre cada assinante no sistema CDMA é feita por códigos especiais associados a cada transmissão, do móvel para a Estação Base e da Estação Base para o móvel.

Evolução da tecnologia

Antonio M. Moreiras é gerente de projetos e desenvolvimento no NIC.br, e atua como um dos responsáveis pela coordenação e ... Tesla só produz carros movidos a bateria, sendo que a empresa em 2016 já valia 60% do valor de mercado das centenárias Ford e GM. Os carros elétricos já estão conquistando consumidores pelo mundo, principalmente no Brasil, onde as montadoras estão aproveitando o momento favorável do mercado para lançar modelos do segmento no país. Com ele, foi possível utilizá-lo com função multitoque, downloads de aplicativos, assistentes de voz e um novo sistema operacional IOS. O pioneiro dos smartphones (celulares com tecnologias avançadas) é o BlackBerry 5810 nos anos 2000.

Deixe um comentário